Como funciona um leilão de motos

Se você pensa em adquirir sua primeira moto de leilão este artigo é para você, vamos te explicar como funciona os leilões e como você pode ganhar dinheiro comprando motos e revendendo.

O que é um leilão de motos?

Leilão de motos é uma excelente oportunidade que você encontra para comprar motos.

Geralmente estas motos estão sob custódia da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, porém existe os leilões organizados por bancos que para muitos é o melhor modelo.

Os veículos desses leilões grande parte das vezes são apreendidos por deixar de cumprir com o pagamento do financiamento ou por alguma irregularidade apresentada em alguma parada policial.

Leilão do Detran

Quando um policial ou fiscal apreende a moto em uma fiscalização, ela será conduzida para um pátio do DETRAN local e caso o dono do veículo não vá buscar a moto dentro de um período de até 90 dias, o veículo vai para o leilão público.

Leilão de bancos

Esse tipo de situação acontece quando o banco expede uma ação de busca e apreensão por falta de pagamento e esta moto vai para algum local sob responsabilidade do próprio banco.

Quando acontece estas buscas, o veículo vai a leilão rapidamente, já que, para os bancos, o importante é recuperar aquele dinheiro investido no financiamento de forma rápida.

Por outro lado, quando a moto é apreendida por conta de uma ação de busca e apreensão de veículo, então o banco que pegou de volta o bem, irá colocar em algum pátio sob sua custódia.

Importante

Lembre-se: Quando você adquire uma moto LEILOADA PELO DETRAN, todos os custos para quitar o mesmo fica por sua conta, ou seja, qualquer pendência você deve pagar, confira todos os valores de antemão para não se surpreender.

Já o LEILÃO REALIZADO PELO BANCO, o valor que eles arrecadam tem o intuito de pagar parte das prestações que ficaram pendentes e parte do próprio veículo.

Como funciona um leilão de motos

Um leilão de motos se assemelha quase a comprar uma moto de forma comum, porém, o maior lance leva a moto arrematada.

Quem conduz estes tipos de leilão são leiloeiros oficiais que não são proprietários de nenhum veículo ali presente, apenas fazem toda a intermediação nos lances.

Pode ocorrer das motos serem vendidas de forma individual ou em lotes, quando ocorre neste formato, os lotes são enumerados e acontece de forma sequencial numérica.

Quando a moto tiver sendo leiloada e os lances forem acontecendo, o participante deve dar o lance pelo valor que ele pretende pagar, quando o leiloeiro bater o martelo, oficialmente a moto é daquele indivíduo.

Fique atento

Assim que acontece o leilão e já ficam sabendo quem fez o arremate, acontece os próximos passos.

Primeiro você assina o documento que comprova que você adquiriu a moto e logo após na maior parte das vezes será necessário dar um sinal que pode ser em forma de cheque nominal.

Quando ocorrer a assinatura da compra, não é permitido mais voltar atrás, aquele bem é seu e por isso fique sempre atento ao valor máximo que você pode pagar para que você não tenha complicações relacionados a falta de parte do dinheiro.

Dica final

Fique atento ao edital pois lá contém todas as informações necessárias sobre os veículos e quais podem estar andando no trânsito. Caso o leilão seja de sucatas, não participe pois só será possível aproveitar as peças dos veículos.

Se você gostou, compartilhe este artigo com quem precisa saber dessas informações!