Medidas Preventivas que Evitam que seu Carro quebre

Medidas Preventivas que Evitam que seu Carro quebre

 

Um dos grandes causadores de congestionamentos e problemas de acesso em meio ao transito é o grande aumento de veículos que dão algum tipo de problema de forma inesperada, essa quebra repentina geralmente é um grande apuro para o condutor do veículo mas também para quem está trafegando na via naquele momento, por mais que o dono do carro não tenha culpa já que ocorreu de forma inesperada, é possível que ele evite este tipo de problema para que não venha acontecer mais essa dor de cabeça.

Conforme os dados informados pelo Sindicato da Indústria de Reparação de veículos, as principais causas de veículos de forma repentina são panes elétricas, que é uma das principais, a embreagem que já está em estado terminal de uso e muito desgastada, que é um sinal de mau uso do condutor, a não conferência do óleo e a falta de água do sistema de arrefecimento também é um dos grandes causadores. Claro que também há outros diversos causadores deste tipo de problema porém não são tão comuns quantos este citados acima.

O melhor jeito de prevenir qualquer problema citado é sempre realizar a manutenção preventiva do seu veículo com frequência e de acordo com a distância percorrida ou tempo de uso do veículo, porém, dependendo do jeito que o motorista conduz no transito no dia-a-dia, pode ajudar a prevenir todos esses problemas e ainda feitos de forma atrelada a uma revisão constante do carro.

 

Quais os problemas mais comuns que um motorista pode encontrar no trânsito

 

Logo abaixo vamos estar te explicando com detalhes sobre cada um desses problemas, seus principais causadores e a melhor forma de prevenir e resolver cada um deles, Leia!

 

1º – Embreagem (Nunca quebre o carro)

 

Por mais que seja um dos maiores causadores de panes inesperadas, a embreagem não é algo que o motorista dar tanta atenção e cuidado, pois com o trânsito pesado e com seu uso contínuo pode desgastar essa peça importante do seu carro muito rápido.

Porém, o principal causador do desgaste é o mau uso, e entre os erros mais comuns cometidos e trafegar por rampas e ladeiras ainda com o carro frio, trocar as marchas sem pisar até o final e dirigir com o pé descansado ou apoiado no pedal, esses são os erros que você deve evitar e que acabam acelerando o desgaste e aumentando os danos a embreagem.

 

2° – Sistema de arrefecimento (Nunca quebre o carro)

 

O mal deste problema é que quando o motorista ver, já é algo que já se agravou e o principal causador deste é  o baixo nível de líquido de arrefecimento que fica no reservatório que é permitido, e a água que é muitas vezes usada, e com seu alto nível de cloro fazendo junção com algum aditivo que pode ser de baixa qualidade e que não se enquadra nos padrões de aditivos pedidos pela fabricante, acaba ocasionando este tipo de problema.

Uma das melhores formas de evitar esse problema é sempre verificar o reservatório de arrefecimento e sempre usar uma água destilada com algum aditivo de boa qualidade. Outra recomendação é usar um fluido que seja anti-congelante e antioxidante, e sempre prezando pela qualidade do produto.

Quando for atrás de um profissional para realizar este tipo de serviço para você, procure alguém capacitado e de

confiança pois se ele não realizar o serviço da forma correta, bem provável que ele possa agravar o problema

deixando bolhas de ar dentro do canal, e que pode levar a danificar ou até mesmo fundir o motor do seu carro,

levando a um enorme prejuízo.

 

3º – Pane elétrica (Nunca quebre o carro)

 

Este é um problema que creio que quase todos os condutores já passaram por isso, desde uma bateria que

descarregou, ou um fusível que queimou, ou alternador entre outros problemas, e o grande sintoma desses

problemas geralmente é a dificuldade em dar partida no veículo, o mau funcionamento das travas de portas, vidros elétricos, alarmes, som e outros.

O maior causador de pane elétrica é:

  • Falta de manutenção na bateria;
  • Problemas no alternador;
  • Sobrecarga do sistema;

A forma mais recomendável para que não ocorrer este tipo de problema é evitar instalar componentes eletrônicos

como vidros e travas elétricas, câmeras de ré, central multimídia que não são originais do veículo, fora alarmes e outros acessórios.

Esses cuidados acima são importantes tanto para preservar o seu veículo e evitar algum infortúnio ou até mesmo

para quem deseja realizar a troca do seu veículo e que não apareça nenhum desses problemas no histórico do seu veículo.

Agradecemos muito a sua leitura e qualquer dúvida ou sugestão estaremos a disposição para atendê-los.

Veja mais!

Dicas para comprar um Carro Usado

Deixe uma resposta