Como funciona o consórcio de motos?

Navegue de forma fácil

Desde criança, a maioria dos garotos ganham de seus pais uma bicicleta, é neste momento que eles sentem pela primeira vez o prazer de ter o vento em seu rosto enquanto está pedalando aquele veículo de duas rodas, que por mais simples que seja, traz uma felicidade enorme. 

De repente, aquela criança que gostava tanto de bicicleta vai crescendo e sua mente evoluindo, uma bicicleta já não é o suficiente, neste momento ela decide por economizar e comprar uma moto. 

Contudo, só isso não basta, é necessário decidir qual a melhor maneira de adquirir uma moto nova, por isso, hoje iremos falar de um dos melhores métodos de fazer isso, que no caso, é adentrar em um consórcio. 

Como funciona o consórcio?

O consórcio funciona como se fosse uma vaquinha na qual você faz em prol de comprar algum bem durável que você almeja bastante, seja uma moto, ou um carro, por exemplo. Entretanto, você não tem o dinheiro para comprar de uma só vez, isto é, a vista, então, você acaba recorrendo ao consórcio. 

O consórcio é composto por várias pessoas, o conjunto de tais pessoas leva o nome de grupo e, cada pessoa do grupo, tem uma cota, ou seja, elas pagam um determinado valor para ao término daquele período conseguir um crédito para obter o bem que ela deseja

No consórcio você não paga juros, somente uma pequena taxa de administração, que é bem pequena, serve apenas para que você possa obter certas garantias futuras, como a que de fato irá receber o que deseja. 

Posso ser contemplado antes?

Sim, no consórcio você nem sempre irá precisar esperar todo o período previsto, caso você seja contemplado nas assembleias mensais que há, para que você possa tirar logo sua moto antes do prazo. 

Geralmente, há duas maneiras de conseguir ter a moto antes do prazo, são elas: por meio de um sorteio ou de um lance fixo. Isto é, por sorteio é pura sorte, mas pelo lance fixo só depende de você e do seu bolso. Há quem diga que um lance de 15% do valor total é suficiente, mas tudo neste mundo é subjetivo. 

Portanto, fazer um consórcio compensa bastante, mas sempre é bom pensar e fazer os cálculos antes, para que futuramente não venha ficar no prejuízo. Mas vai valer bastante a pena, quando você olhar e ver sua moto na garagem.

Quais são os desafios desse consórcio?

Fique por dentro do tipo de plano escolhido, caso escolha o errado, você pode ficar prejudicado por isso, portanto, planeje-se e entenda como funciona todo o processo.

Cheque sempre a lisura da instituição no qual está realizando o consórcio, caso contrário, você pode estar sendo enganado, tenha em mente também que nem todos os consórcios são bons negócios.

Caso a moto são seja algo de muita urgência, você pode optar por você mesmo ir guardando a quantia mensal, porém, isso só vale para quem tem uma boa disciplina para guardar dinheiro.

Se você atrasar os pagamentos e for suspenso do grupo do consórcio, você continua participando e assim que for sorteado, recebe seu valor, porém, sem correção e taxas de administração, então, veja se realmente você tem total condições em arcar com esse compromisso.

Consórcio de Motos: Vale a Pena?