Vai comprar uma moto usada? Veja algumas dicas para fechar um bom negócio

Navegue de forma fácil

Nos últimos anos a procura por motos usadas tem crescido bastante. Isto através não somente do Marketplace do Facebook, mas também (principalmente) em lojas especializadas na venda de seminovas. Isto é, lojas que compram e revendem motocicletas. 

Visto que o procedimento é simples. E antes de ser vendida, ela passa por uma revisão e troca de qualquer elemento que esteja com defeito; ou seja, é praticamente uma moto zerada! Ademais, veja algumas dicas de como comprar moto usada. 

O que devo avaliar em uma moto usada? 

Não somente em uma moto usada, como em qualquer veículo que for adquirir. É importante avaliar alguns fatores relevantes tanto na estrutura do veículo, como nos procedimentos que serão aderidos durante o cotidiano do usuário. 

Modelo

Ninguém vai ao supermercado sem saber o que precisa comprar. Visto que é baseado na alimentação diária. Do mesmo modo, não se deve ir comprar uma moto sem saber qual modelo deseja, isto é, de acordo com o estilo de vida.

Caso pretenda transitar apenas em áreas urbanas, ou tenha planos de se aventurar em áreas rurais e assim vai; tal como os itens que serão carregados; bolsas? compras?

Baseado nisso, a procura do modelo da moto é de suma importância; se será uma moto pequena, média ou grande; com pneus para zona urbana ou rural.

Avaliação

Realize uma avaliação dos valores da moto escolhida, ao analisar os passos anteriores. Visto que é necessário pesquisar o valor na tabela FIPE, e nas demais lojas da cidade.

Visto que geralmente, as lojas querem ter um lucro de no mínimo 20% do valor total do veículo; algumas abaixam a margem de lucro para realizar a venda; é sempre uma boa escolha procurar várias portas.

Não somente isso, se informe acerca da motocicleta. Se está em perfeitas condições, isto é, se já sofreu algum acidente ou avaria grave; se o motor foi aberto e vertentes do tipo. Pergunte e não canse, é um direito seu e obrigação do vendedor de responder.

Sem contar que é necessário validar a documentação; saber como será o processo e as taxas que as lojas se responsabilizam e quais ficarão na responsabilidade do cliente.

Prática

Realize avaliações óticas e se necessário, peça ajuda de algum parente ou conhecido de confiança que entenda um pouco mais de motos do que você. E peça para fazer um teste na moto, isto é, dá umas voltas para se certificar se gostou e se irá se acostumar.

Lembre-se que existem fatores relevantes, tal como altura da moto e do novo dono; peso dela e fatores que se não forem vistos com antecedência, posteriormente, serão complicados de ser solucionados.

Ademais, confira o estado direitinho, se a loja é de confiança e se de fato a moto é ideal para seu uso e você terá o prazer de usá-la no cotidiano. E então, só realizar o pagamento, assinar a papelada e correr para o abraço.